Peça ajuda a um profissional

Para evitar erros com a sua declaração de IRS, há-que prestar muita atenção às alterações do IRS em 2017 ou pode recorrer aos serviços da Conta 100% para agilizar todo o processo com o máximo de segurança.
Nunca se sabe quando se está a cair numa armadilha na declaração de IRS.

Tributação
Com a reforma do IRS, a norma passou a ser a tributação separada do casal. É, contudo, possível entregar o IRS em conjunto, se forem respeitados os prazos do IRS. O preenchimento em separado ou em conjunto vai definir as datas de entrega do IRS do casal.

Dependentes
Além de escolher a forma de tributação, é necessário prestar atenção ao conceito de dependente, que passou dos 18 para os 25 anos, agregando também os filhos que residem com os pais e que não recebem mais do que o salário mínimo.

Preenchimento automático
Preste atenção ao preenchimento automático pois este ainda é bastante limitado. É necessário verificar se todos os rendimentos estão correctos e incluir todas as despesas com relevo de forma a baixar o IRS. Se é trabalhador independente e fez pagamentos por conta, por exemplo, deve inserir por si estes pagamentos na declaração, já que estes não surgem automaticamente.

Despesas invisíveis
Com o IRS em regime transitório, muita confusão surgiu em volta do anexo H, que teve de ser reformulado. Nele há-que prestar atenção em especial ao quadro 6C, das deduções, onde é necessário escolher entre manter ou não os valores previamente comunicados à Autoridade Tributária no portal e-fatura.

Perdas
Não se esqueça que devem ser declaradas as mais-valias e as menos-valias realizadas. O contribuinte lembra-se de declarar os ganhos, mas por vezes ignora que deve declarar perdas como menos-valias de investimentos, encargos com reabilitação de imóveis, os juros do crédito à habitação, ou a renda da casa. Deve também declarar donativos no IRS.

Englobamento
Quem opta pelo englobamento de rendimentos já não é obrigado a incluir todos os tipos de rendimentos recebidos, já que o englobamento passou a ser feito apenas por categoria, protagonizando uma das mudanças no funcionamento do IRS.

Tags: